Björk anuncia três shows com público em seu país natal, a Islândia

29.06.2020 | 11h49 - Atualizada em: 29.06.2020 | 11h52
Marina Martini Lopes
Por Marina Martini Lopes
Editora
Björk pode ser uma das primeiras artistas a fazer um show ao vivo com público presente após a pandemia de coronavírus

BLOG

Mundo Itapema

A Islândia começou o processo de reabertura depois de praticamente eliminar o coronavírus

Björk pode ser uma das primeiras artistas a fazer um show ao vivo com público presente (e no formato tradicional; sem drive-in ou outros recursos) após a pandemia de coronavírus: a cantora islandesa anunciou três concertos para o mês de agosto, nos dias 9, 15 e 23, em Reykjavik, capital de seu país natal.

As apresentações, batizadas de Björk Orkestral, vão homenagear o movimento Black Lives Matter e as pessoas afetadas pelo coronavírus. Além disso, as performances também terão transmissão online via redes sociais, para arrecadar fundos para instituições de caridade voltadas às mulheres na Islândia. Reykjavik iniciou seu processo de reabertura após o coronavírus ter sido praticamente eliminado no país.

"Gostaria de convidá-los para alguns shows em homenagem às pessoas mais atingidas pelo coronavírus e ao Black Lives Matter, com muitos músicos islandeses com quem trabalhei ao longo dos anos", escreveu Björk, no comunicado oficial sobre as apresentações. "Vamos comemorar que todos saímos da quarentena de forma saudável, juntos, tocando em concertos no Harpa Music Hall ao longo de três finais de semana de agosto."

Matérias Relacionadas