Box especial do 40º aniversário do filme 'Flash Gordon' inclui trilha sonora do Queen

19.05.2020 | 07h41 - Atualizada em: 19.05.2020 | 08h16
Leonardo Souza
Por Leonardo Souza
QF01 imagem divulgação

BLOG

Giramundo

A lendária adaptação cinematográfica de 1980, dirigida por Mike Hodges, foi baseada na história em quadrinhos de mesmo nome criada por Alex Raymond.

A Studiocanal anunciou a nova restauração em 4K de Ultra Alta Definição do clássico cult de Mike Hodges, "Flash Gordon" (1980), para comemorar o 40º aniversário do filme. Com a inclusão da trilha sonora executada pelo Queen, o box especial será lançado em diversos formatos - como 4K UHD, Blu-ray, Steelbook, DVD e Versão Digital - previsto para sair em 3 de agosto, com exibições especiais a serem confirmadas.

"Flash Gordon" é a adaptação cinematográfica da obra espacial, dirigida por Mike Hodges, baseada na história em quadrinhos de mesmo nome criada por Alex Raymond e adaptada para as telas por Michael Allin e Lorenzo Semple. Produzido por Dino De Laurentiis, com fotografia de Gilbert Taylor, o filme foi estrelado por nomes como Sam J. Jones, Brian Blessed, Max Von Sydow, Timothy Dalton e Melody Anderson. A notável trilha sonora é composta, executada e produzida pelo Queen com seções orquestrais de Howard Blake.

QF02Imagem: Divulgação

O personagem Flash Gordon surgiu em uma tira de jornal de aventura e ficção científica originalmente desenhada por Alex Raymond, publicada pela primeira vez em 07 de janeiro de 1934 e criada para competir com outra tira de aventura, Buck Rogers. As histórias foram bem recebidas pelos leitores de jornais, tornando-se um dos mais populares quadrinhos americanos da década de 1930, que mais tarde influenciou as primeiras HQs de super-heróis, como Superman e Batman.

Os quadrinhos de Raymond também influenciaram o gênero mais amplo de ficção científica, de James Tiberius Kirk a Star Wars. George Lucas amava tanto Flash Gordon que tentou obter os direitos da King Features para fazer o filme. No entanto, a King Features tinha Federico Fellini e depois Nicolas Roeg em mente antes de se voltar para Hodges, mas Lucas ainda cita os quadrinhos como uma inspiração para sua famosa saga espacial.

Matérias Relacionadas