Cantora Alison Mosshart lança versão de "State Trooper", de Bruce Springsteen

17.07.2020 | 10h00
Marina Martini Lopes
Por Marina Martini Lopes
Editora
Recentemente, Mosshart revelou os detalhes de "Sound Wheel", seu primeiro álbum solo em "spoken word"

BLOG

Let It Rock

A vocalista é conhecida por projetos como The Dead Weather e The Kills

Alison Mosshart, vocalista conhecida por projetos como The Kills e The Dead Weather, lançou um cover solo de State Trooper, de Bruce Springsteen - a faixa ganhou um videoclipe dirigido, editado e produzido pela própria cantora. Confira abaixo:

Recentemente, Mosshart revelou os detalhes de Sound Wheel, seu primeiro álbum solo em "spoken word" (ou seja, declamado e não cantado), peça complementar à sua coleção impressa de pinturas, fotografias, contos e poesia, intitulada Car Ma. Ambos estão agendados para lançamento em 7 de agosto, via Third Man Records (gravadora de Jack White, que é parceiro de Mosshart no The Dead Weather). A primeira edição limitada de Car Ma esgotou em um dia, em maio de 2019. Agora, o trabalho será disponibilizado amplamente por meio da Third Man Books.

Segundo a artista, Sound Wheel é um álbum sobre carros, rock'n'roll e amor. É um disco sobre os Estados Unidos e a vida na estrada. "Quando eu escrevi Car Ma, havia algumas passagens que me fizeram lutar para acertar, e comecei a lê-las em voz alta e gravá-las, para ouvir e sentir onde as palavras ou frases precisavam ser melhoradas", explicou Mosshart, por meio de um comunicado. "Essa ferramenta que eu estava usando começou a parecer outra forma de arte. E comecei a pensar que seria interessante gravar o livro inteiro, não de maneira direta, mas mais como uma escultura sonora de personagens e vozes e cortes diversos, sem regras."

Segundo a artista, "Sound Wheel" é um álbum sobre carros, rock'n'roll e amorDivulgação

"Depois de um mês inteiro obcecada com isso, passei o mês seguinte obcecada em gravar", ela continua. "Contei à Third Man sobre isso e eles gostaram da ideia. Devido às restrições de tempo do vinil, nem todo o livro foi gravado: tomei liberdade de cortar algumas coisas, e há muitos interlúdios de fitas antigas que encontrei, de conversas telefônicas que tive nos anos 1990, até um monólogo inteiro onde eu interpretei um negociante de carros, deixando uma mensagem de voz longa para um comprador em potencial, que não aparece no livro. Eu estava apenas improvisando, e isso realmente me fez rir. Sound Wheel é a versão sonora do livro, mas tem sua natureza própria."

Matérias Relacionadas