Conheça a trama de "House of Dragon", série derivada de "Game of Thrones"

18.02.2021 | 12h04
Marina Martini Lopes
Por Marina Martini Lopes
Editora
Game of Thrones

BLOG

Universo Compartilhado

A série começa a ser gravada em abril deste ano; e deve estrear em 2022

House of Dragon, série derivada do fenômeno Game of Thrones, começa a ser gravada em abril deste ano - a informação foi confirmada por Caseys Blots, chefe de conteúdo do HBO Max, ao TVLine. O seriado deve estrear na HBO em 2022; e tem confirmados no elenco os atores Matt Smith, Emma D'Arcy, Olivia Cooke e Paddy Considine.

Mas qual é a história de House of Dragon?

A série vai se passar muitos anos antes dos acontecimentos narrados em Game of Thrones, quando os Targaryen (antepassados de Daenerys, vivida por Emilia Clarke em Game of Thrones) já governavam Westeros há cinco gerações. Sua autoridade era garantida principalmente por meio de seus dragões, não domados por nenhuma outra família ou Casa nos Sete Reinos.

Ao nascer, cada Targaryen recebia um ovo de dragão - o ovo rachava e o dragão crescia para virar a leal (e feroz) montaria de seu dono. Para garantir a pureza da linhagem e o monopólio sobre os dragões, os Targaryen tinham o costume de casar irmão com irmã. Foi nessa época, depois do reinado de Viserys Targaryen, Primeiro de Seu Nome, que aconteceu a guerra sangrenta chamada de Dança dos Dragões.

O que foi a Dança dos Dragões?

O rei Viserys (que será vivido por Paddy Considine) foi casado duas vezes: com Aemma Arryn, com quem teve Rhaenyra Targaryen; e com Alicent Hightower (papel da atriz Olivia Cooke), com quem teve os filhos Aegon, Helaena, Aemond e Daeron. Rhaenyra (que, na fase adulta, será intepretada por Emma D'Arcy) era a filha favorita de Viserys, que, antes de morrer, declarou que a menina era, por sua escolha, a legítima herdeira do Trono de Ferro. Muitos na corte, porém, se colocaram contra essa vontade: Rhaenyra era uma mulher, portanto, na tradição Targaryen, se poderia herdar a coroa caso não tivesse irmãos homens - e ela tinha três meios-irmãos, os filhos da segunda esposa de seu pai.

Dezenove dragões são descritos por George R.R. Martin em suas narrativas ligadas ao período da DançaThe World of Ice and Fire/Reprodução

A corte chega a se dividir: depois um torneio em Porto Real em que a rainha Alicent usou um vestido verde e a princesa Rhaenyra usou um vestido vermelho e preto (as cores da Casa Targaryen), havia o grupo dos "verdes" e o grupo dos "pretos", que defendiam, respectivamente, a coroação de Aegon (filho de Alicent) ou da própria Rhaenyra. E um dos apoiadores mais fervorosos de Rhaenyra era seu tio, o príncipe Daemon Targaryen (que será interpretado por Matt Smith na série). Rhaenyra se casa com um nobre chamado Laenor Velaryon, e neste casamento tem três filhos (supostamente bastardos, filhos de seu amante), Jacaerys, Lucerys e Joffrey; mas, depois de enviuvar, volta a se casar, desta vez com seu tio e apoiador - e os dois têm mais três filhos, Aegon (mesmo nome do filho mais velho de Alicent; uma provocação), Viserys e Visenya.

Aegon II foi coroado por seus apoiadores em Porto Real, ao lado de sua irmã e esposa Helaena; enquanto Rhaenyra foi coroada por seus apoiadores em Pedra do Dragão - e assim a guerra começou. Acontece que quase todos os personagens envolvidos na trama eram Cavaleiros de Dragão; ou seja, todos tinham seus próprios dragões com os quais lutar e por meio dos quais defender seus interesses: 19 dessas feras mágicas são descritas por George R.R. Martin em suas narrativas ligadas ao período da Dança (como o livro Fogo e Sangue e a enciclopédia O Mundo de Gelo e Fogo). Assim, Targaryen passa a matar Targaryen - e a maior parte de Westeros se vê envolvida em batalhas; com as outras Casas nobres sendo obrigadas a assumir um dos dois lados, pegar em armas e lutar por seu rei ou rainha.

Tanto Aegon II quanto Rhaenyra morrem antes do final do Dança (assim como quase todos os dragões adultos dos Targaryen); e o Trono de Ferro passa a Aegon III, filho de Rhaenyra - um rei melancólico, traumatizado pelos acontecimentos de sua infância e juventude. Aegon III ficou conhecido por seu medo de dragões; e, de fato, o último dos dragões Targaryen morreu durante seu reinado: passaria-se um longo tempo até que outro Targaryen (sim, Daenerys) domasse um dragão.

Não se sabe ainda se House of Dragon vai descrever a Dança dos Dragões completa, é claro - pode ser que a HBO decida relatar apenas uma parte da guerra. Mas é fato que a trama complexa criada por George R.R. Martin, com literalmente dezenas de personagens, batalhas épicas e intrigas políticas (e, desta vez, quase vinte diferentes dragões) pode sim render uma série com várias temporadas. Vamos torcer para que a HBO não decepcione os fãs com o final da história desta vez. ;)

Matérias Relacionadas