Ennio Morricone, lendário maestro e compositor de trilhas sonoras, morre aos 91 anos

06.07.2020 | 11h25 - Atualizada em: 07.07.2020 | 12h26
Leonardo Souza
Por Leonardo Souza
EnMo1 imagem divulgação

BLOG

Giramundo

O famoso compositor e maestro vencedor do Oscar produziu músicas para filmes como 'Os Intocáveis', 'Cinema Paradiso' e muitos mais.

Ennio Morricone, o vencedor do Oscar cujas notas assustadoras e inventivas acentuaram habilmente diversos filmes ao longo de seis décadas, morreu aos 91 anos. O compositor italiano, que participou de mais de 500 filmes, faleceu em Roma após complicações sofridas na semana passada em que quebrou o fêmur. A morte foi confirmada por seu advogado, Giorgio Assumma.

A Decca Records emitiu a seguinte declaração: “A Decca Records está profundamente triste com a morte do compositor italiano de renome mundial Ennio Morricone, aos 91 anos. Durante uma extraordinária carreira profissional que durou mais de seis décadas, ele criou cerca de 600 composições originais."

“Ennio Morricone criou trilhas sonoras para cinema e televisão, além de uma centena de obras musicais originais e é um dos dois únicos compositores de filmes da história a receber o Oscar honorário pela sua realização em vida. Morricone não se aposentou das apresentações ao vivo até os 90 anos, com os últimos shows sendo aplaudidos de pé e aclamados pela crítica, consolidando sua posição como um dos compositores de cinema mais prolíficos e influentes de todos os tempos."

O lendário compositor assinou contrato com a Decca Records, em 2016, resultando em "Morricone 60", trabalho que marca o 60º aniversário como maestro e apresenta novas gravações com a Orquestra Sinfônica Nacional Tcheca, com quem ele colaborou em grandes exposições internacionais.

Matérias Relacionadas