Entenda como a briga de Chuck D e Flavor Flav era trote para promover disco

04.04.2020 | 20h10 - Atualizada em: 04.04.2020 | 20h07
Por Folhapress
Public Enemy

BLOG

Let It Rock

Era uma espécie de pegadinha para promover um novo álbum, lançado no Dia da Mentira

Flavor Flav não foi demitido do Public Enemy. Na verdade, a briga entre ele e o líder do grupo, Chuck D, era uma espécie de pegadinha para promover um novo álbum, "Loud Is Not Enough", lançado nesta quarta (1º), o Dia da Mentira.

"É necessário fazer coisas malucas ou uma catástrofe para acordar as pessoas? Obviamente, mesmo quando se está de olho no preço mais barato a se pagar", Chuck D escreveu em seu site oficial.

Em entrevista a Talib Kweli, do podcast People's Party, Chuck D esclareceu o caso, e disse que sua relação com Flav está "melhor do que nunca". "Não estou dizendo que é uma pegadinha. Estou dizendo que a intenção original era chamar atenção para nós", disse. Flavor Flav ainda não se posicionou sobre a história.

A suposta briga entre os principais MCs do Public Enemy aconteceu há um mês, em meio a uma discordância sobre um show em comício de Bernie Sanders. Flav, um dos fundadores do grupo, se desentendeu com Chuck D quando ele anunciou que se apresentaria - sob o nome Public Enemy Radio - no comício do pré-candidato democrata à presidência dos Estados Unidos.

Na ocasião, Flavor Flav, por meio de seu advogado, enviou uma notificação extrajudicial para Sanders. "Ainda que Chuck certamente esteja livre para expressar suas opiniões políticas conforme ele achar adequado, a voz dele sozinha não fala pelo Public Enemy", dizia o documento.

No Twitter, Chuck D disse que Flav chegou até a processá-lo - fato negado por Flav. Chuck D escreveu que "se houvesse uma mala de dinheiro, Flav com certeza estaria lá na linha de frente" e que ele "não faz shows beneficentes e de graça". "Então é melhor ele ficar em casa e procurar reabilitação."

O Enemy Radio foi criado por Chuck D para fazer shows beneficentes e gratuitos, e conta também com DJ Lord - no grupo desde 1999 -, além de Jahi e The S1Ws. Na prática, é uma versão do Public Enemy sem Flavor Flav.

No comunicado de um mês atrás, o Public Enemy chegou a dizer que estava "seguindo em frente sem Flavor Flav". "Nós agradecemos a ele pelos anos de serviços prestados e desejamos boa sorte."

Agora, Chuck D diz que Flavor Flav sequer poderia ser demitido do Public Enemy, já que ele é um dos sócios do grupo. O rapper também disse que ele e Flav estão juntos em uma nova música do Enemy Radio, "Food as a Machine Gun". A faixa está no recém-lançado disco de inéditas do Enemy Radio.

"Flavor não sabe a diferença entre [o jogador de futebol americano] Barry Sanders, Bernie Sanders ou [o empresário] Colonel Sanders", ele disse no podcast de Talib Kweli. "Já conversamos sobre isso de antemão. O Enemy Radio tocou [no comício], o advogado [de Flav] mandou a notificação extrajudicial, e eu fiquei pensando - 'boa jogada'. E, então, publicamente, eu estava tipo - 'cara, não me processe novamente'. Ele não está me processando. Mas posso dizer isso!"

A notificação extrajudicial, esclarece Chuck D, é verdadeira. Isso porque a equipe de Bernie Sanders anunciou o show do Enemy Radio como sendo do Public Enemy - o que não era verdade. O rapper também revelou que ficou chateado com os ataques da imprensa e das redes sociais a Flav.

Chuck D revelou que a pegadinha foi inspirada pelo drama para rádio "The War of the Worlds", de Orson Welles. "Ouvindo a confusão da conversa política sob as entranhas da presidência de Trump me fez usar um palco presidencial como minha plataforma", ele disse.

"Desta bagunça saiu o plano meu e de Flav, de lembrar as pessoas de que o que é importante deve ter tanto quanto, se não mais, valor do que o que é popular. Daí veio a trote, nosso 'War of the Worlds'."

Ao podcast People's Party, Chuck D falou sobre o lançamento em 1º de abril, considerado o Dia da Mentira. "Estamos tendo um Dia da Mentira. É o 'Dia de Flav e Chuck da Mentira'."

'Loud Is Not Enough' O novo disco de Chuck D com o Enemy Radio já está nas principais plataformas de streaming. O trabalho, com meia hora de duração, traz dez faixas, incluindo a parceria com Flavor Flav em "Food as a Machine Gun", que ganhou um vídeo animado no Twitter de Chuck D.

"Food as a Machine Gun" é crítica à indústria alimentícia dos Estados Unidos, inspirada pelo livro "Formerly Known As Food", de Kristin Lawless. A faixa começa com sons de tiros e traz ataques à Administração de Comidas e Remédios americana, além de versos sobre o uso de químicos na produção de comida.

O Public Enemy foi formado no meio dos anos 1980, em Nova York, a partir da parceria entre Chuck D e Flavor Flav. Terminator X, que foi DJ do grupo em sua primeira década, saiu em 1998 e deu lugar ao DJ Lord. O grupo ficou conhecido pelo teor político e social das letras, tendo influenciado toda uma geração de rappers conscientes nos anos 1990 - incluindo os brasileiros do Racionais MCs.

Matérias Relacionadas