ENTREVISTA: António Zambujo fala da expectativa para dividir o palco com Vitor Ramil; "Primeiro encontro de muitos"

04.08.2022 | 11h50 - Atualizada em: 04.08.2022 | 14h21
Mariana de Ávila
Por Mariana de Ávila
António Zambujo

BLOG

Mundo Itapema

Cantor português toca na capital catarinense e conversou com a Itapema FM sobre novo trabalho, parcerias e processo criativo.

Depois de quatro dias de shows sequenciais pelo Brasil, o cantor português António Zambujo veio a Florianópolis para descansar. Na verdade, uma pausa de dois dias na atribulada turnê internacional antes de retornar aos palcos. Nesta quinta-feira (4) ele já faz uma apresentação em Porto Alegre e na sexta-feira (5) na capital catarinense, no Teatro Ademir Rosa. 

"Como eu tô ficando velhinho, é importante aproveitar todo o tempo disponível para recuperar as energias. Vamos tentar sair cedo pra dar tempo de jantar um churrasquinho (em Porto Alegre). Aqui comi peixe. Adorei. Dei um mergulho no mar, fiz exercício. Foi muito bom", contou o músico à Itapema FM na quarta-feira (3), horas antes de seguir para o Rio Grande do Sul.

Em Florianópolis, o público vai poder conferir um encontro inédito: António Zambujo e Vítor Ramil dividindo microfones. "Eu conheço muita música dele e temos muitos amigos em comum. Então surgiu essa oportunidade de fazermos alguma coisa juntos. Vamos ver. Espero que seja o primeiro encontro de muitos", conta o português, que ainda não teve a oportunidade de ensaiar com o gaúcho. "Falamos só por telefone, mas combinamos as coisas direitinho", brinca.

Na turnê brasileira, Zambujo traz um projeto intimista com voz e violão, que virou disco no ano passado. "No disco anterior, 'Do Avesso', tinha uma banda muito grande, um sexteto, uma orquestra. Meus disco vão sempre acrescentando camadas. Quando as músicas começam a ser pensadas, começa sempre por uma base de voz e violão. Então fazia sentido voltar as origens. Regressar as bases e pensar as músicas exatamente como eu as penso no processo criativo", explica.

Confira o documentário "Vista de Estudo", que mostra Zambujo em turnê pelo Alentejo (Portugal) com "Voz e Violão":
 

Em "António Zambujo Voz e Violão", o músico focou nas letras das canções. "Neste disco, o mais importante é a valorização da palavra. Tentar encontrar a melhor forma de transmitir a palavra, o que o texto quer transmitir. Esse é o grande objetivo". Mas, para ele, cada novo projeto tem um processo criativo e um foco diferente.

"Há sempre coisas novas que vão surgindo, porque as músicas, seja naquelas originais ou nas que eu faço arranjos, o processo criativo é um processo permanente. A tentativa de fluir e encontrar novos caminhos é permanente. Ideias novas vão surgindo, na forma de cantar, mas principalmente, nas palavras".

"As emoções são coisas que as palavras nos dão e que a forma de cantar, transmite. Mas é muito difícil explicar. As emoções são mais para serem sentidas do que explicadas", complementa. O próximo lançamento já está em pré-produção. "Tá feito só com voz e piano. Terá como base isso. Mas neste certamente terá mais camadas. Ainda não pensei o que. A música vai nos dar respostas no que mais será preciso".

Admiração pela música brasileira

Em shows recentes em Portugal, Zambujo esteve com Tim Bernardes. A lista de brasileiros com quem já tocou e criou é grande. "No ano passado, eu fui convidado a participar do novo disco da Gal. E a partir deste disco, eu conheci muita gente e reencontrei alguns. Sou muito amigo do Rodrigo Amarante, do Marcelo Camelo e conheço o Tim Bernardes já há um tempo. Fiquei amigo do Silva. Amigo e surperfã do trabalho".

Ele ainda diz que, a cada novo encontro, absorve um pouco do jeito da música brasileira. E também espera estar contribuindo com os parceiros, levando as tradições dos ritmos portugueses. "Nós, quando fazemos a música, o processo criativo é muito egoísta. Muito fechado. Porque fazemos a música pra nós mesmos em primeiro lugar. Mas sempre esperando que o público, que os amigos, que quem nos segue, também goste daquilo", conclui.

Serviço

Voz e Violão” de António Zambujo
Sexta-feira, 5 de agosto, às 21 horas
Teatro Ademir Rosa - Centro Integrado de Cultura/CIC ( Avenida Governador Irineu Bornhausen, 5600 - Agronômica, Florianópolis - SC)
Classificação etária: Livre
Ingressos pelo site Disk Ingressos
Promoção Itapema FM

Matérias Relacionadas