Gabriel Braga Nunes compartilha novo single de projeto inspirado em Shakespeare

23.09.2020 | 08h56
Marina Martini Lopes
Por Marina Martini Lopes
Editora
Os arranjos foram feitos em parceria com Luíza Lapa, que o artista conheceu ao trabalhar no musical "A Noviça Rebelde", e Leo Mayer, da banda Hurricanes

BLOG

Mundo Itapema

"Antique Song" segue o já lançado "All In War", que você ouve na programação da Itapema

Após o lançamento de All In War, Gabriel Braga Nunes compartilha o segundo single de seu projeto musical inspirado nos sonetos de William Shakespeare: Antique Song já está disponível em todas as plataformas digitais, e você pode ouvir aqui.

A nova canção apresenta o Soneto 17, que oferece a poesia como uma forma de eternidadeDivulgação

O poeta e dramaturgo inglês teve seu legado celebrado em torno de suas obras para teatro, e pouco se sabe sobre sua vida pessoal. Seus sonetos, no total 154, são obras menos conhecidas pelo público, mas que servem como base biográfica para estudiosos do artista. "É a parte da obra de Shakespeare que não tem personagens, em que ele fala por si; fala de seus medos, suas paixões, seus amores", comentou Gabriel Braga Nunes em entrevista exclusiva para a Itapema, na semana de lançamento do novo projeto.

A nova canção apresenta o Soneto 17, que oferece a poesia como uma forma de eternidade. A beleza e as qualidades do ser amado são tão sublimes que o autor teme ser desacreditado no futuro. Mas, mesmo assim, escreve, tentando conceber em versos o tamanho de seu amor. Com base em alguns sonetos como esse, estudiosos especulam uma possível bissexualidade de Shakespeare, amparados em questões de estilo e uma falta de clareza na definição de gêneros.

Assim como em All In War, a arte é apresentada aqui como possibilidade de redenção e transcendência. Mas, ao final, o autor vai além e apresenta outra possibilidade de eternidade: a procriação. Através dos filhos também é possível continuar, perpetuar a beleza. Por isso, em Antique Song, Gabriel Braga Nunes traz sua filha, Maria, de 6 anos de idade, para fazer uma participação, cantando ao seu lado. Os arranjos foram feitos em parceria com Luíza Lapa, que o artista conheceu ao trabalhar no musical A Noviça Rebelde, e Leo Mayer, da banda Hurricanes.

Matérias Relacionadas