Madonna: conheça os singles mais adorados dos fãs que nunca foram apresentados ao vivo

10.12.2019 | 19h26 - Atualizada em: 21.01.2020 | 16h49
Leonardo Souza
Por Leonardo Souza
M01divulgação

BLOG

Giramundo

Madonna lançou mais de uma centena de singles, entre oficiais e promocionais. Infelizmente para os fãs, algumas dessas músicas adoradas por eles nunca foram executadas ao vivo.

São poucos os singles que a rainha do pop escolheu para seus álbuns que não foram executados ao vivo, seja nas turnês mundiais ou apresentações em premiações e na televisão. Muitos fãs não se conformam com o fato e não cansam de pedir nas redes sociais para que músicas como "I'll Remember" e "Love Profusion" façam parte do setlist dos shows da artista. Claro que Madonna prepara o conceito de cada turnê com muito critério e revisita seu repertório de acordo com o que planeja fazer nos shows, pois uma das coisas mais interessantes sobre a arte da cantora, é o que ela quer dizer com sua obra. Mas esse é o lado artístico da história. No caso dos fãs, a torcida é grande para que, de alguma forma, Madonna resolva aproveitar os singles nunca apresentados antes ao vivo.

Investigamos álbum por álbum da artista para descobrir quais são os singles da rainha do pop que não tiveram chance de ganhar os palcos das turnês ou versões ao vivo, seja nas telas de TV ou em premiações como Grammy e VMA. Escolhemos oito singles, entre oficiais e promocionais. Confira e entenda o porquê de tanto burburinho dos fãs.

M02Imagem: divulgação

'Spotlight' chegou ao mercado lançada como single em abril de 1988 somente no Japão. É a única canção inédita do álbum de remixes "You Can Dance". Co-escrita por Madonna, Steve Bray e Curtis Hudson, a música, composta durante a produção do álbum "True Blue", de 1986, acabou descartada para a seleção final do disco. Dois anos depois, Madonna e os produtores retrabalharam a demo original e Shep Pettibone remixou a versão final, com assistência de John “Jellybean” Benitez.

Na época, Madonna disse que a canção foi inspirada em 'Everybody Is a Star', sucesso da banda Sly and the Family Stone, de 1970.

'Dear Jessie' foi escrita para homenagear Jessie, filha do produtor Patrick Leonard. Madonna era tão apegada à mocinha que fez a canção especialmente para ela e registrou no álbum “Like a Prayer”, de 1989. A música foi lançada como single somente na Europa e Australia. 

A faixa ganhou as rádios no Reino Unido. O single chegou ao quinto lugar na parada musical ao ultrapassar mais de 250 mil cópias. O videoclipe é o único em que Madonna não aparece em cena - só numa versão lúdica em animação ao lado de uma criança loirinha que se passa pela Jessie.

'Rescue Me' surgiu em Novembro de 1990 na primeira coletânea de sucessos de Madonna, intitulada "The Immaculate Collection". É o primeiro "Greatest Hits" da artista que reúne os maiores sucessos, desde o começo da carreira da cantora em 1983 até 1990. O álbum vendeu mais de 30 milhões de cópias no mundo todo.

Além da música inédita 'Rescue Me', transformada em single, e de 15 hits clássicos, Madonna também inseriu outra canção inédita no álbum: 'Justify My Love', parceria dela com ninguém menos que Lenny Kravitz.

A pedido dos fãs, a rainha do pop chegou a ensaiar 'Rescue Me' para a nova turnê e compartilhou um vídeo incrível do ensaio em seu instagram, que pode ser visto aqui. Mas ainda não temos informações se realmente a música entrou no setlist da 'Madame X Tour'.

'This Used to Be My Playground', escrita por Madonna e Shep Pettibone durante a produção do álbum "Erotica", foi lançada em junho de 1992 e faz parte da trilha-sonora do filme "Uma Equipe Muito Especial" (A League of Their Own), no qual Madonna também participa como atriz.

Com o grande sucesso da canção, meses antes de um novo álbum da artista sair, a gravadora Warner queria que ela fosse incluída no "Erotica", mas Madonna rejeitou por alegar que a música não combinava com o conceito. A faixa só foi lançada anos depois na coletânea "Something to Remember", composta por baladas de álbuns anteriores e mais três músicas inéditas: "You'll See", "One More Chance" e uma regravação de "I Want You", de Marvin Gaye. O videoclipe é todo retratado como um livro de fotografias, com diversas imagens de Madonna dando vida às “fotos”.

'I’ll Remember' foi especialmente produzida para a trilha-sonora do filme "With Honors". O videoclipe, sob o olhar criterioso do amigo Alek Keshishian, diretor do filme/documentário "Na Cama Com Madonna", apresenta a versão mais linda de Madonna morena.

O single recebeu duas indicações - 'Melhor Trilha Sonora' no Grammy de 1994 além de 'Melhor Música Original' no Globo de Ouro, também naquele ano. A canção ganhou dois remixes especialmente produzidos por William Orbit, ele que futuramente trabalharia com Madonna no álbum 'Ray Of Light".

'I’ll Remember' é encontrada originalmente na coletânea "Something to Remember".

'American Pie' é uma versão da canção de folk-rock gravada originalmente pelo cantor e compositor Don McLean. Madonna lançou a releitura em março de 2000 para promover a trilha sonora do filme "The Next Best Thing". Sua versão é mais curta que a original, contendo apenas o começo da primeira estrofe e a segunda e sexta estrofes completas. O próprio Don McLean elogiou a versão, dizendo que foi um "presente de uma deusa", e que a gravação era "mística e sensual". 

Devido ao sucesso do single, ele ganhou um belo videoclipe e foi incluído como faixa bônus do álbum "Music" (2000). Madonna explicou em entrevista à 'BBC Radio 1' em 2001 que a razão da canção ter sido omitida de sua segunda coletânea, "GHV2" (abreviação de Greatest Hits Volume 2), é que ela teria sido obrigada a gravar 'American Pie' pela gravadora, e que a faixa na verdade não deveria fazer parte nem do álbum "Music".

'Love Profusion' é o quarto e último single do álbum “American Life” (2003). A letra fala sobre diversos caminhos que podemos escolher para nossas vidas e possui ensinamentos da Cabala. O videoclipe reflete esse conceito de forma lúdica através de belas animações. Nele, Madonna passeia entre o caos, a destruição e o paraíso. Ela caminha por flores e peixes, até encontrar a paz e ser resgatada por fadas brilhantes.

Inspirado no comercial da campanha do perfume “Beyond Paradise” de Estée Lauder, que teve a música como tema original, o videoclipe foi dirigido pelo renomado francês Luc Besson - diretor de filmes como "O Quinto Elemento", "Imensidão Azul" e "Nikita".

'Hold Tight' é o último single do décimo terceiro álbum de estúdio de Madonna, "Rebel Heart" (2015). Ela escreveu a música junto com os parceiros: Diplo, MoZella, Toby Gad, Ariel Rechtshaid e MNEK. Uma demo mal acabada vazou na Internet em 22 de dezembro de 2014, enquanto a versão final foi lançada oficialmente em 9 de fevereiro de 2015 na iTunes Store.

Produzido pela própria Madonna, o single contou com MNEK, que co-escreveu e gravou os vocais de fundo da faixa. O músico lembrou que estava trabalhando com a dupla inglesa Gorgon City em 2014, quando o recomendaram a Diplo, para trabalhar em "Rebel Heart". Juntos, eles começaram com uma ideia para 'Hold Tight' e Madonna adorou. Quase pronta para registrar a canção no estúdio, a cantora convidou MNEK para se juntar a ela e finalizar a produção.

Matérias Relacionadas