Veja quais são as diferenças entre "O Rei Leão" original e a nova versão do filme

16.07.2019 | 08h45 - Atualizada em: 16.07.2019 | 08h43
Anna Rios
Por Anna Rios
“Rei Leão” estreia daqui a uma semana

BLOG

Universo Compartilhado

Remake da Disney estreia na próxima quinta-feira (18)

Por GaúchaZH

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O novo "O Rei Leão" traz cenas idênticas da animação original lançada há 25 anos, mas, apesar disso, não é uma cópia refeita com animais reais (ou quase, já que tudo é digital). Há boas surpresas programadas. Não é spoiler, mas se você não quiser saber de nenhum detalhe sobre a nova versão --ou se nunca ouviu falar sobre as atrocidades de Scar e os conselhos que Simba recebe do pai-- pare de ler agora.

O projeto dirigido por Jon Favreau adiciona particularidades em momentos fundamentais da clássica história, como o desenrolar da morte de Mufasa e a divertida dança de Timão, além de desenvolver trechos praticamente esquecidos. Veja a seguir quais são as principais mudanças do enredo de O Rei Leão, que chega aos cinemas em 18 de julho.

Morte de Mufasa

Um dos momentos mais tristes dos filmes Disney, a morte do rei no desenho começava com Scar levando Simba para um vale, falando sobre uma "surpresinha" de Mufasa.

Desta vez, tio e sobrinho caminham pelo vale onde, segundo conta o vilão, todos os grandes leões aprenderam a rugir. Scar pede para que Simba continue a treinar, que só assim ele vai crescer e ficar poderoso igual ao pai, e sai de fininho para atrair a debandada de gnus.

Outro momento diferente foi a forma como Scar mata o irmão. Na animação, ele agarra as patas de Mufasa, fala "vida longa ao rei" e depois solta o leão. Desta vez, como se já não bastasse a tragédia, ele ainda acerta três golpes no rosto do irmão antes de soltá-lo para a morte. A cena forte bate com a ideia da Disney de fazer uma versão mais realista do que o desenho.

Timão e Pumba

Os amigos viraram uma das referências do filme de 1994, e a versão realista deles continua sensacional. Quem está com o desenho fresco na memória vai lembrar algumas brincadeiras da recente adaptação que ligam diretamente ao passado, como Pumba falando a palavra "pum" e percebendo que Timão não o proibiu desta vez.

Outras piadas também combinam muito bem, como a hula de Timão, que desta vez força um sotaque francês engraçado enquanto pumba fica parado com a boca aberta na hora de tentar chamar a atenção das hienas de Scar.

O novo "O Rei Leão" ainda explora mais os amigos do javali e do suricato, não apenas com piadas certeiras, mas também dando destaque para uma versão em coral de "The Lions Sleep Tonight" com outros animais da selva.

Scar

Durante a rixa entre seu governo e as leoas, Scar tem como plano se casar com Sarabi para que, segundo ele, os outros animais comecem a respeitá-lo no novo cargo e ele possa ser um rei de verdade. Na primeira versão, o vilão pede apenas que a viúva de Mufasa consiga alguma presa para os animais famintos. Ainda assim, ambas as interpretações mostram Scar agredindo a leoa assim que ela fala que Scar não é "metade do rei que foi Mufasa".

Hienas

Kamari, Shenzi e Azizi tiveram papel fundamental em "O Rei Leão original." Já no remake, o trio aparece mais dissolvido. Uma das mudanças é Shenzi, que se torna agora a líder incontestável do bando das hienas.

Outro momento inédito é uma batalha entre Shenzi e Nala no ato final, para deixar ainda mais evidente que a hiena é uma guerreira corajosa e, como comandante de seu grupo, não fugiria da poderosa leoa.

Nala

Se no original Nala encontra Simba quando estava atrás de comida para o bando, desta vez ela simplesmente vai embora em busca de ajuda para destronar Scar e seu exército de hienas.

No novo "O Rei Leão", Nala observa Scar e planeja sua fuga, se escondendo do vilão em um dos momentos mais tensos do filme. Por fim, quem a ajuda na jornada é o pássaro Zazu, que desta vez não é preso quando o tio de Simba toma o poder.

A descoberta de Rafiki

Jon Favreau explorou mais o significado de ciclo sem fim com uma epifania de Rafiki sobre Simba estar vivo. Na animação de 1994, o sábio macaco era presenteado com o segredo pelo vento, quase uma visão mística e romântica de um sinal do salvador do reino.

Já agora, um pedaço da juba de Simba entra em uma longa jornada: os fios de cabelo servem de material para o ninho das aves, passa pelo estômago de uma girafa ao se misturar com alimento, se transforma em dejeto, que é carregado por insetos até chegar às formigas, que carregam folhas e o pelo de Simba até onde está Rafiki.

Disney lança trilha sonora de 'O Rei Leão' com Beyoncé e produção de Pharrel Williams

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Junto com a pré-venda de ingressos nos cinemas para a live-action de "O Rei Leão", a Disney também já divulgou a trilha sonora da produção. O álbum físico será lançado no dia da estreia do filme nos Estados Unidos, 19 de julho. Aqui, a produção chega na quinta-feira (18).

Filme: "O Rei Leão"Foto: Divulgação

As vozes de Beyoncé, Donald Glover e Seth Rogen, dubladores da versão original, estão na canção "Can You Feel the Love Tonight", que teve a nova versão produzida pelo produtor e compositor Pharrel Williams.

Beyoncé fez parte da produção musical do filme. Além de emplacar uma composição dela, "Spirit", a americana lançou uma coletânea dedicada ao filme. O álbum "The Lion King: The Gift" tem a participação de diversos artistas e faz "um mergulho nos sons da África", segundo definição da artista. 

O compositor alemão Hans Zimmer, responsável pela trilha original da animação de 1994, revitalizou as canções para este novo longa, inclusive o clássico "Never Too Late", que deu a Elton John e Tim Rice o Oscar e o Grammy de melhor trilha sonora daquele ano.

Pharrell Williams produziu outras faixas clássicas, como "Hakuna Matata", "The Lion Sleeps Tonight", "Mbube". Ele foi um dos músicos recrutados para fazer as versões. Zimmer ainda convidou a Re-Collective Orchestra. 

Beyoncé dublará a leoa Nala, par romântico do protagonista Simba, que terá a voz do ator Donald Glover. Também estão no elenco Chiwetel Ejiofo (Scar), Seth Rogen (Pumba) e Billy Eichner (Timão).

No Brasil, a cantora Iza será a intérprete da felina Nala, e Ícaro Silva fará a dublagem do protagonista Simba. Os dois já apareceram cantando "Nesta Noite o Amor Chegou", versão em português de "Can You Feel the Love Tonight", música do filme.

Matérias Relacionadas