James Blake surpreende os fãs nas redes

17.03.2020 | 16h42 - Atualizada em: 18.03.2020 | 13h55
Leonardo Souza
Por Leonardo Souza
JB01divulgação

BLOG

Giramundo

O músico compartilhou mais um vídeo de uma série de covers que tem feito em suas redes sociais chamando a faixa de Eilish de "uma das minhas novas músicas favoritas".

Após uma declaração em janeiro em que disse que iria passar mais tempo ao piano do que no laptop, James Blake compartilhou a segunda releitura de uma série de covers em que vem trabalhando. Desta vez é uma versão emocionante e melancólica para 'When The Party's Over' de Billie Eilish.

A faixa, de autoria de Billie Eilish e seu irmão Finneas O'Connell, foi lançada originalmente em 2019 no elogiado álbum de estreia da cantora e compositora americana "When We All Fall Asleep, Where Do We Go?".

JB02Imagem: divulgação

Quando o britânico James Blake lançou seu álbum de estreia homônimo em 2011, e em seguida ganhou o Mercury Prize em 2013, acabou criando um novo subgênero musical que viria a se tornar um holofote para as músicas produzidas na década. Seu estilo nublado e melancólico, encoberto por camadas eletrônicas, se tornou uma linguagem usada pelos artistas mais influentes da música contemporânea.

Já em "The Colour In Anything" (2016), terceiro e mais complexo disco do cantor e compositor, ele foi além. Por conseguir compor melodias vocais únicas, James adquiriu um apelo Pop indiscutível. Seus melhores momentos vocais aparecem duplicados, escondidos por trás da melodia, como se fosse uma representação musical de sensualidade, algo que se manifesta intensamente ao longo da obra. O álbum tem a mesma fórmula dos outros, uma variação incrível entre falsetes e graves, o mesmo piano minimalista envolto em camadas de Música Eletrônica, mas desta vez, Blake pareceu explorar de maneira mais livre todas as possibilidades de sua música. Um bom exemplo é a faixa 'Timeless'.

Com o mais recente "Assume Form" (2019), o artista parece encerrar um ciclo, incorporando aquilo que os outros fizeram inspirados pelo seu estiloso processo criativo. A quantidade de artistas e produtores que aparecem como convidados para a elaboração deste trabalho, algo raro para um músico tão introvertido quanto Blake, mostram que ele está pronto para avançar e colher, ao lado da nova geração de músicos, os frutos de uma jornada consagrada pelo Pop e R&B.

Atualmente James Blake segue em turnê com a promoção do álbum "Assume Form" (2019) e abraça novos desafios - parece que ele vai dividir seu tempo entre os ensaios e apresentações com o objetivo de recriar algumas canções preferidas ou novas composições.

Em janeiro, Blake causou burburinho entre os fãs ao postar uma versão minimalista de "Godspeed", de Frank Ocean, reimaginando a faixa com uma apresentação sensível ao piano. Recentemente, depois de apresentar "When The Party's Over", de Billie Eilish ao vivo no show, o virtuoso músico britânico surpreendeu os fãs mais uma vez ao compartilhar a performance completa no YouTube.

Nas redes Blake disse: "A resolução de novas décadas é passar mais tempo no piano do que no laptop... para minha própria sanidade. Se as pessoas gostarem, eu faço mais." O fato é que os fãs gostaram e estão pedindo mais. O vídeo, como a versão de Blake da canção, é simples, pois apresenta uma única cena do artista sentado ao piano, tocando com seu falsete emotivo. Nas redes, o artista revelou que a marca fabricante de pianos 'Steinway & Sons' salvou o dia fornecendo a ele um instrumento para registrar a gravação quando ele não tinha acesso a um e aproveitou para elogiar Eilish e Finneas pela canção.

Matérias Relacionadas