Mick Jagger diz que nunca imaginou que estaria cantando perto dos 80 anos

08.10.2019 | 08h35 - Atualizada em: 08.10.2019 | 09h58
Por Anna Rios
Revelação sobre Mick Jagger foi feita por seu empresário Laurence Myers

BLOG

Mundo Itapema

Líder do Rolling Stones tem uma fortuna avaliada em R$ 1,4 bilhão

Por GaúchaZH

Mick Jagger, 76 anos, afirma que já pensou seriamente sobre sua aposentadoria, porque nunca imaginou que ainda estaria tão ativo perto dos 80 anos. Para o músico, ele duraria nos palcos no máximo até os 60 anos, segundo reportagem do jornal britânico The Sun.

Hoje, a sua fortuna é avaliada em 290 milhões de libras (um pouco mais de R$ 1,4 bilhão), porém, a vida do roqueiro nunca foi assim tão estável. Laurence Myers, 83, que gerenciava o dinheiro dos Stones na época, relevou que a preocupação de Jagger com a aposentadoria foi antes do sucesso estrondoso da banda inglesa. 

"Os Rolling Stones já faziam muito sucesso, mas não estavam ganhando dinheiro ainda. Fiz a contabilidade da turnê de 1964 e não sobrou nada para eles. Certo dia, Jagger passou a falar sobre diversas coisas, e a aposentadoria foi um desses assuntos", conta Myers. O contador ainda lembra de Jagger dizendo: "Não estarei mais cantando rock quando chegar aos 60."

Myers concedeu a entrevista durante o lançamento de sua autobiografia Hunky Dory (Who Knew?), que narra histórias da época em que era próximos dos principais astros do rock dos anos 1970 e 1980. O livro, ainda não lançado no Brasil, ainda traz histórias de John Lennon, dos membros do Led Zeppelin, David Bowie, entre outros.

Matérias Relacionadas