Música e conteúdo exclusivo como prioridade: como são os hábitos de consumo da Geração Z

05.02.2020 | 11h05 - Atualizada em: 05.02.2020 | 11h03
Marina Martini Lopes
Por Marina Martini Lopes
Editora
A Geração Z corresponde às pessoas nascidas entre 1995 e o início dos anos 2010

BLOG

Mundo Itapema

Um novo estudo realizado no Canadá investigou como pessoas entre 14 e 22 anos de idade se comportam em relação a cultura e entretenimento

A Geração Z tem a música como tópico favorito no que diz respeito a entretenimento - e é mais disposta que as gerações anteriores a pagar por conteúdo digital, como serviços de streaming de música, filmes e séries. Essas foram algumas das constatações feitas em um novo estudo conduzido pelo Vice Media Group para a Ontario Creates, agência governamental canadense que patrocina e fornece oportunidades econômicas para as indústrias criativas da província de Ontário, que faz fronteira com os Estados Unidos. A pesquisa foi focada em analisar como a Geração Z descobre, consome e compartilha conteúdo ligado à cultura, como música, filmes, programas de TV, séries, videogames e literatura.

Um dos traços marcantes da Geração Z - correspondente às pessoas nascidas entre 1995 e o início dos anos 2010 - é a dificuldade de se concentrar na mesma coisa durante muito tempo. Em relação a músicas, por exemplo, os zoomers, como também são chamados, ouvem apenas os primeiros segundos antes de decidir pular para a próxima canção, caso não tenham gostado de imediato do que ouviram. Já quando gostam de alguma faixa, 7 a cada 10 vão procurar saber mais sobre o artista ou banda que assina a música.

Uma característica inesperada é que os integrantes dessa geração se incomodam menos com anúncios que seus pais, avós e primos mais velhos: o que mais os incentiva a pagar por conteúdo não é a promessa de que a versão paga é livre de comerciais, e sim uma melhor experiência de usuário. A Geração Z também valoriza a qualidade, no sentido de perceber que aquele material não pode ser encontrado em nenhum outro lugar: 75% dos entrevistados afirmam que conteúdo original, exclusivo, é importante para eles.

Amy Davies, do Vice Media Group, afirmou que o estudo focou nesse grupo específico porque a Geração Z "está crescendo em significância no mercado. Eles estão terminando seus anos de educação e começando a trabalhar, e também já fazem várias decisões de compra em casa, no lugar de outros membros da família. Qualquer um que deseje garantir a sobrevivência de seu negócio no futuro precisa entender esse grupo." A pesquisa foi feita com canadenses entre 14 e 22 anos de idade; e incluiu também um grupo de representantes da chamada Geração Y, ou millennials, entre 23 e 39 anos, para comparação de hábitos e opiniões.

Matérias Relacionadas