Natalie Merchant anuncia lançamento digital de dois álbuns

30.06.2020 | 08h21 - Atualizada em: 30.06.2020 | 13h29
Leonardo Souza
Por Leonardo Souza
NMer1 imagem divulgação

BLOG

Giramundo

"Butterfly" e "Rarities", anteriormente lançados unicamente na coleção física "The Natalie Merchant Collection", acabam de ser disponibilizados em formato digital no streaming e para download pela primeira vez.

A Nonesuch Records anuncia o lançamento digital de dois álbuns de Natalie Merchant, anteriormente indisponíveis neste formato: "Butterfly", com quatro novas músicas e seis reinterpretações de seu catálogo, reorganizadas para quarteto de cordas, e "Rarities", uma coleção de 15 faixas raras e inéditas gravadas entre 1998 e 2017. Ambos os álbuns foram criados para serem incluídos em "The Natalie Merchant Collection", um box especial lançado pela Nonesuch em 2017, anteriormente disponível apenas como parte de um conjunto de 10 CDs embalados em uma caixa de luxo.

Em "Rarities", Merchant selecionou canções demos exclusivas gravadas em seu home studio, faixas ao vivo e colaborações com diversos artistas como Billy Bragg, David Byrne, Fatboy Slim, The Chieftains, Cowboy Junkies e Amy Helm.

NMer2 Foto: divulgação

“Desde 2010, tenho atuado principalmente com conjuntos de cordas e orquestras de câmara. Eu amo a qualidade emocional sutil que as cordas dão às minhas músicas e é um prazer reinterpretá-las dessa maneira. Em 2015, comemoramos o vigésimo aniversário do meu primeiro álbum solo, Tigerlily, com Paradise Is There: The New Tigerlily Recordings, um disco repleto de versões de quarteto de cordas para todo este material”, disse Merchant em comunicado.

A paixão por "Tigerlily" é devidamente justificada. Lançado em 1995, o álbum de estreia vendeu mais de 5 milhões de cópias nos Estados Unidos e fez da cantora e compositora uma das principais porta-vozes do pop feminino, e feminista, que dominou as paradas do país na segunda metade dos anos 1990. Até hoje é um dos trabalhos mais celebrados da artista e o maior sucesso comercial de sua carreira. No lançamento do segundo álbum, "Ophelia", Natalie era disputada pelos programas musicais da televisão americana. Vale lembrar uma das melhores apresentações ao vivo que fez para a TV em carreira solo, como convidada da série do canal VH1, Hard Rock Live, onde apresentou os destaques dos dois primeiros discos e cantou ao vivo uma versão de "The Last Goodbye", de Jeff Buckley.

Em "Butterfly" Natalie Merchant revive essa paixão pelos primeiros álbuns, volta ao começo e vai além, ressignificando sua trajetória como compositora. “Com o Butterfly, pude dar atenção a canções como 'My Skin', 'Frozen Charlotte', 'Ophelia' e 'The Worst Thing'. Há quatro músicas nesse álbum que, acredito, representam algumas das melhores composições da minha carreira: a faixa-título 'Butterfly', 'She Devil', 'Baby Mine' e 'Andalucía'”, continuou a artista. “Escritas ao longo de um período de vinte anos, essas músicas representam fases tão diferentes da minha vida e carreira. Nenhuma delas se encaixou nos meus álbuns anteriores ou eu não consegui capturar uma performance que lhes fizesse justiça. Ouvindo-as hoje, percebi como elas realmente estão no lugar certo agora.”

Depois de falar sobre o lançamento, a cantora completou: “Todos nós nos encontramos vivendo um período muito assustador da história. Nosso planeta está em perigo e todas as criaturas, incluindo nossa espécie, se sentem à beira do caos. Diante desta crise, ainda buscamos conforto. Espero que Butterfly seja recebido como minha oferta de beleza e significado para esses tempos e que console a quem estiver ouvindo.”

Matérias Relacionadas