Nicole Kidman e Meryl Streep estão entre as estrelas da próxima adaptação de Ryan Murphy na Netflix

15.09.2020 | 08h54 - Atualizada em: 23.09.2020 | 13h43
Leonardo Souza
Por Leonardo Souza
NiMS80 imagem divulgação

BLOG

Universo Compartilhado

Ryan Murphy anunciou seu próximo projeto para a Netflix. O autor de "American Horror Story" e "Glee" irá adaptar o musical da Broadway "The Prom" para um filme.

A Netflix acaba de revelar a data de lançamento da adaptação musical de Ryan Murphy, The Prom, que deve chegar ao serviço em 11 de dezembro. Murphy lançou dois projetos na Netflix no início deste ano, um sendo a série Hollywood, que recebeu boas críticas, e o outro sendo a segunda temporada de The Politician, que terminou com mais um salto no tempo, preparando-se para uma possível temporada 3. Esta semana, a Netflix acessou o Twitter para anunciar que o próximo musical de Ryan Murphy, The Prom, chegará ao serviço de streaming em dezembro. O musical, baseado no espetáculo da Broadway de mesmo nome, é dirigido por Murphy e baseado na obra de Chad Beguelin e Bob Martin.

Murphy e Netflix tiveram uma relação extremamente frutífera nos últimos anos, tendo colaborado em projetos futuros como The Boys In The Band, outra adaptação, que recentemente estreou seu primeiro trailer e deve chegar à plataforma no final de setembro. Na verdade, The Boys In The Band não é o único projeto de Murphy chegando em setembro. A nova série Ratched, estrelada por Sarah Paulson que contará a história da infame enfermeira de "Um Estranho No Ninho", chegará à Netflix em 18 de setembro.

The Prom será estrelado por Nicole Kidman, Meryl Streep, Kerry Washington, Andrew Rannells, Keegan-Michael Key, James Corden, Mary Kay Place, Tracey Ullman, Ariana DeBose e a estreante Jo Ellen Pellman. O enredo original do espetáculo da Broadway acompanha a trajetória de Emma, uma jovem lésbica que é proibida de levar sua namorada para o baile de formatura da escola. Ao tomar conhecimento da injustiça, um grupo de celebridades excêntricas se junta para enfrentar as famílias tradicionais e conquistar atenção midiática.

Matérias Relacionadas