"O Senhor dos Anéis": todas as informações já reveladas sobre a nova série

16.10.2019 | 19h45 - Atualizada em: 17.10.2019 | 09h39
Marina Martini Lopes
Por Marina Martini Lopes
Editora
J.R.R. Tolkien deixou uma extensa obra, que aos poucos foi organizada, selecionada e oficialmente lançada por seus filhos

BLOG

Universo Compartilhado

A Amazon Studios está produzindo um seriado inspirado nos livros de J.R.R. Tolkien

Lá se vão 18 anos desde que O Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel estreou nos cinemas, resgatando uma trilogia clássica de fantasia originalmente publicada nos anos 1950 e apresentando-a a toda uma nova legião de fãs. De lá para cá, as obras do autor J.R.R. Tolkien já renderam seis filmes (os três de O Senhor dos Anéis e mais três derivados de O Hobbit, livro que narra acontecimentos passados antes da trilogia mais famosa) e arrebataram um total de 21 Oscars - isso sem contar outros produtos, como jogos e games inspirados nas histórias e personagens da Terra-Média, o universo fictício no qual as tramas se desenrolam.

Acontece que, mesmo não tendo publicado tantos livros em vida (foram 13, e nem todos ambientados no mesmo mundo de O Senhor dos Anéis), Tolkien deixou uma extensa obra, que aos poucos foi organizada, selecionada e oficialmente lançada por seus filhos - em livros como O Silmarillion e Contos Inacabados -, ampliando em muitas vezes a mitologia da Terra-Média. Não é de admirar, portanto, que novas produções inspiradas nas histórias de Tolkien devam ser anunciadas de quando em quando - e a que está atualmente em produção é assinada pela Amazon Studios, que firmou um contrato com a editora HarperCollins e a New Line Cinema para produzir uma série de TV, com várias temporadas já planejadas.

O futuro seriado ainda não teve nenhum vídeo ou imagem revelado - na verdade, poucas informações foram divulgadas até agora. Mas o que já se sabe de concreto sobre a produção?

Cena dos filmes de "O Senhor dos Anéis"Foto: Divulgação

Quando a série será lançada?

O primeiro anúncio sobre o show foi feito no final de 2017, e a Amazon, por contrato, precisava começar a produção até novembro de 2019 - o que de fato já aconteceu. No perfil oficial da série no Twitter, o estúdio postou um vídeo em que apresentou a equipe técnica da novidade: os showrunners J.D. Payne e Patrick McKay (de Star Trek e Godzilla vs. Kong); os produtores executivos Belén Atienza (Jurassic World: Reino Ameaçado e O Orfanato), Bruce Richmond (Game of Thrones e Westworld), Gene Kelly (Westworld e Boardwalk Empire) e Lindsey Weber (Star Trek); o time de roteiristas, com nomes como Gennifer Hutchison (Breaking Bad e Better Call Saul), Helen Shang (Hannibal e 13 Reasons Why), Jason Cahill (The Sopranos), Justin Dohle (Stranger Things), Stephany Folsom (Toy Story 4), Bryan Cogman (Game of Thrones); e o diretor dos dois primeiros episódios, J.A. Bayona (de Jurassic World: Reino Ameaçado e O Orfanato); além de figurinistas, supervisores de efeitos especiais, ilustradores (entre eles John Howe, que trabalhou na trilogia cinematográfica de O Senhor dos Anéis) e especialistas na obra de Tolkien que já estão trabalhando no seriado.

Segundo o Hollywood Reporter, o orçamento da produção ultrapassa o US$ 1 bilhão, o maior na história da televisão. Embora uma data exata de lançamento ainda não tenha sido anunciada, a previsão é que a estreia aconteça em 2021.

As gravações vão ser feitas na Nova Zelândia?

Sim - Payne e McKay já confirmaram que o país vai ser, novamente, a representação "no mundo real" das paisagens da Terra-Média, como já aconteceu nos filmes de O Senhor dos Anéis. "Nós precisávamos de um lugar majestoso, com florestas e montanhas e áreas costeiras primitivas; e que ao mesmo tempo contasse com estúdios de alto nível e profissionais da área", escreveram os produtores ao confirmar a escolha da Nova Zelândia como locação; dizendo-se empolgados e otimistas com a decisão.

Quantas temporadas a série vai ter?

Por enquanto, a Amazon se comprometeu a produzir cinco temporadas - não se sabe se o número pode ser expandido conforme o sucesso do seriado.

Cena dos filmes de "O Senhor dos Anéis"Foto: Divulgação

Algum nome já foi confirmado no elenco?

O único anúncio, até agora, foi da atriz australiana Markella Kavenagh, que vai interpretar uma personagem chamada Tyra - uma personagem totalmente nova, que não existe nos livros de J.R.R. Tolkien. Alguns atores da trilogia cinematográfica original, porém, já expressaram suas opiniões a respeito de voltar ao papel de seus personagens. Ian McKellen, intérprete de Gandalf tanto nos filmes de O Senhor dos Anéis quanto na trilogia O Hobbit, brincou, em entrevista à BBC, que "Gandalf tem sete mil anos, então eu ainda não estou velho demais para o papel. Eu só não disse que sim porque ninguém me perguntou."

Outros atores foram menos positivos. John Rhys Davies, que interpretou o anão Gimli, declarou - antes de ser esclarecido que a série da Amazon não seria um reboot dos filmes, e sim uma história diferente - que "não se trata de fazer melhor, se trata apenas de ganhar mais dinheiro." Orlando Bloom, que fez o papel do elfo Legolas, disse: "Eu gosto de me ver como imortal, mas eu não acho que me encaixaria mais naquele mundo. Se Legolas estiver na série, eles provavelmente vão ter um cara de 19 anos pronto para assumir o personagem." E Andy Serkis, que deu vida a Gollum nas duas trilogias de filmes, afirmou ao site ScreenCrush: "Parece que vai ser incrível, mas eu não acho que vou ser parte disso. É uma nova abordagem, totalmente diferente."

E Peter Jackson?

O diretor dos filmes de O Senhor dos Anéis e produtor dos filmes de O Hobbit já confirmou que não vai trabalhar no projeto. "Eu não estou envolvido com a série de O Senhor dos Anéis", disse, à publicação francesa Allocine. "Eu entendo por que as pessoas associam meu nome ao projeto, mas eu não estou envolvido nele de forma alguma."

Mapa de Númenor, ilha fictícia das histórias de TolkienFoto: Divulgação

Sobre o quê, exatamente, a história vai ser?

A Amazon já confirmou que o novo seriado vai se passar na Segunda Era da Terra-Média, conhecida também como Era de Númenor - um período que durou cerca de 3,4 mil anos, e que se passa muito antes dos acontecimentos de O Senhor dos Anéis, ambientados na Terceira Era. Na conta oficial da série no Twitter, uma série de mapas foi postada, mostrando as regiões da Terra-Média como eram divididas na Segunda Era.

Nos livros de Tolkien, Númenor era uma grande ilha, ou um continente, situado nos mares a oeste da Terra-Média, e conhecido por ser o maior reino dos Homens - até cair em desgraça depois que seus habitantes, ressentindo-se da imortalidade dos Elfos, se rebelaram contra os Valar, entidades que são espécies de deuses na mitologia do autor. Parte da rebelião dos númenorianos envolveu um culto de adoração a Melkor, o primeiro Senhor do Escuro - mestre de Sauron, que mais tarde se tornaria o vilão conhecido em O Senhor dos Anéis.

Matérias Relacionadas