"Open Source", do brasileiro Kiko Loureiro, é eleito melhor álbum de guitarra do ano

25.12.2020 | 16h25 - Atualizada em: 29.12.2020 | 08h14
Marina Martini Lopes
Por Marina Martini Lopes
Editora
O guitarrista brasileiro Kiko Loureiro, da banda Megadeth, lançou neste ano o álbum solo "Open Source"

BLOG

Let It Rock

A votação é organizada pela revista norte-americana Guitar World

O guitarrista brasileiro Kiko Loureiro, da banda Megadeth, lançou neste ano o álbum solo Open Source - que conquistou mais um reconhecimento por meio de enquete realizada com os leitores da revista norte-americana especializada Guitar World, que escolheram o registro como o melhor disco de guitarra de 2020. Nomes como Joe Satriani, AC/DC e John Petrucci também constam no top 10.

Os jornalistas da publicação destacaram que o trabalho mostra Kiko Loureiro dando um passo à frenteDivulgação

Os jornalistas da publicação destacaram que o trabalho mostra Kiko Loureiro dando um passo à frente, mostrando ao mundo ainda mais de suas habilidades como músico e compositor. O álbum também conta com a participação de Marty Friedman (ex-Megadeth), em uma parceria na canção Imminent Threat. Open Source foi lançado em julho de 2020, tendo sido produzido em Los Angeles por Adair Daufembach e mixado na Inglaterra por Adam Nolly.

Open Source teve como instrumentistas, além de Loureiro nas guitarras, Felipe Andreoli no baixo e Bruno Valverde (ambos do Angra) na bateria. Seguindo o conceito tecnológico de código aberto, com Open Source o músico propôs que as músicas não são o estado final da arte, e sim, o começo, ao disponibilizar as gravações isoladas dos instrumentos para download. A partir delas, qualquer pessoa pode recriar, remixar e trazer novas perspectivas às canções originais.

Matérias Relacionadas