Revista Mad chega ao fim após 67 anos

Por Anna Rios
Versão brasileira da "Mad" foi publicada no país entre a década de 1970 e 2017

blog

Universo Compartilhado

Materiais inéditos serão publicados somente em especiais de fim de ano

Por GaúchaZH

Uma das publicações mais relevantes no mercado de humor, a revista Mad anunciou que fechará as portas. O volume de agosto será o último e, a partir do mês seguinte, a marca seguirá nas bancas com materiais de arquivo em versões com capas inéditas. As informações são da ABC News. Apenas especiais de fim de ano serão produzidos pela Mad. A ideia de se manter os próximos meses com materiais de arquivo é não prejudicar os assinantes. 

Nas redes sociais, comediantes comentaram o encerramento da revista com tristeza. Um deles foi o norte-americano "Weird Al" Yankovic. "Não consigo descrever o impacto que a revista teve em mim quando era garoto - é basicamente a razão que me fez virar um "esquisitão" ("weird"). Adeus a uma das melhores instituições americanas de todos os tempos."

 

A Mad foi fundada em 1952 por Harvey Kurtzman e o editor William Gaines. Entre a década de 1970 e 2017, a revista foi publicada no Brasil por meio de três editoras diferentes.