Roger Waters toca incrível versão de "Mother" na quarentena

18.05.2020 | 07h06 - Atualizada em: 18.05.2020 | 12h04
Leonardo Souza
Por Leonardo Souza
RW01 imagem divulgação

BLOG

Giramundo

Em isolamento, Roger Waters compartilhou um vídeo da emblemática canção do Pink Floyd, "Mother", acompanhado pelos membros de sua banda, direto da quarentena.

A clássica "Mother" foi gravada originalmente no icônico álbum de 1979 do Pink Floyd, "The Wall" - o 11° trabalho do grupo, executado também ao vivo com efeitos teatrais e adaptado mais tarde, em julho de 1982, para um longa-metragem. Seguindo a tendência dos três álbuns de estúdio anteriores da banda, "The Wall" é um álbum conceitual, tratando de temas como abandono e isolamento pessoal. A obra foi concebida durante a turnê "In the Flesh" (1977) inspirada pela frustração de Roger Waters em relação aos espectadores. Isso se tornou tão problemático, que ele imaginou a construção de um muro entre ele o público. A ópera-rock, em torno do personagem "Pink" - que no filme dirigido por Alan Parker é brilhantemente interpretado por Bob Geldof - é baseada em fatos da vida de Waters como a perda do pai na Segunda Guerra Mundial, a ridicularização que sofria na escola, a mãe superprotetora e o fim de seu casamento. Tudo isso contribuiu para o eventual isolamento da sociedade, representado por uma parede metafórica.

Na nova e emocionante versão de "Mother", devidamente registrada em isolamento, Roger Waters, em clima intimista, canta e toca violão. A canção de composição do próprio Waters ganhou uma interpretação especial e um belo coro vocal feminino e, de acordo com os regulamentos de distanciamento social, o músico, cantor e compositor inglês e os companheiros da banda, apresentaram a versão de suas respectivas casas. Waters é virtualmente acompanhado pelos membros de suas turnês anteriores "Us + Them" e a adiada "This Is Not A Drill", incluindo as vocalistas Holly Laessig e Jess Wolfe, do Lucius, o tecladista Drew Erickson, os guitarristas Dave Kilminster e Jonathan Wilson, o baixista Gus Seyffert e o baterista Joey Waronker. 

"O distanciamento social é um mal necessário neste mundo da Covid-19. Ver este vídeo de “Mother” me lembra o quão insubstituível é o prazer de fazer parte de uma banda", disse o cantor em suas redes sociais.

Matérias Relacionadas