Show "Freddie Mercury Tribute Concert" será transmitido em apoio à Organização Mundial da Saúde

14.05.2020 | 09h15 - Atualizada em: 14.05.2020 | 12h11
Leonardo Souza
Por Leonardo Souza
FM01 Imagem Divulgação

BLOG

Giramundo

O canal oficial do Queen no YouTube vai exibir uma transmissão especial como parte da luta em andamento contra o COVID-19, com todas as doações apoiando a Organização Mundial da Saúde.

O Queen e a Eagle Rock Entertainment fizeram uma parceria com o Mercury Phoenix Trust para apresentar uma exibição especial no YouTube do "The Freddie Mercury Tribute Concert" em apoio ao "COVID-19 Solidarity Response Fund", nesta sexta-feira, 15 de maio, às 15 horas, horário de Brasília. O canal oficial do Queen no YouTube vai apresentar uma transmissão especial do lendário show com todas as doações apoiando a OMS. O concerto estará disponível apenas por 48 horas.

FM02Imagem: Divulgação

Originalmente o Tributo a Freddie Mercury para conscientização sobre a AIDS aconteceu na segunda-feira de Páscoa, 20 de abril de 1992, no Estádio de Wembley, em frente a uma multidão de 72.000 pessoas. O concerto foi uma homenagem ao vocalista do Queen, que morreu de AIDS em 24 de novembro de 1991. Os membros remanescentes do Queen, Brian May, Roger Taylor e John Deacon, dividiram o palco com muitos dos maiores artistas do mundo, incluindo David Bowie, George Michael, Annie Lennox, Elton John, Robert Plant, Metallica, Liza Minelli, Def Leppard, U2, Seal, Roger Daltrey e muitos outros. O show seria o último evento ao vivo em larga escala que John Deacon se apresentaria com o Queen. Os lucros na época foram usados ​​para lançar o "Mercury Phoenix Trust", parte essencial do legado do Queen e de Freddie Mercury, que passou a fornecer mais de 17 milhões de libras para mais de 1000 projetos em 57 países na luta contínua contra a Aids em todo o mundo.

Agora, 28 anos depois, o concerto vai gerar benefícios que vão para o Fundo de Resposta de Solidariedade da Organização Mundial de Saúde (desenvolvido pela Fundação das Nações Unidas e pela Fundação Suíça de Filantropia), para ajudar a garantir que os pacientes recebam os cuidados de que precisam, os funcionários da linha de frente recebem suprimentos e informações essenciais e acelerar os esforços para desenvolver vacinas, testes e tratamentos.

Matérias Relacionadas