Suzanne Vega vai fazer dois shows com transmissão pela internet para lançar seu novo álbum

23.09.2020 | 12h00
Marina Martini Lopes
Por Marina Martini Lopes
Editora
Amplamente considerada uma das principais compositoras de sua geração, Vega emergiu como uma figura importante do renascimento da música folk do início dos anos 1980

BLOG

Mundo Itapema

"An Evening of New York Songs and Stories" é inspirado na cidade de Nova York

Em comemoração ao seu recém-lançado disco An Evening of New York Songs and Stories, já disponível via Amanuensis/Cooking Vinyl, Suzanne Vega vai fazer dois shows com transmissão ao vivo pela internet no icônico Blue Note Jazz Club, em Greenwich Village. A primeira apresentação entra no ar no dia 7 de outubro, às 21h.

Em um gesto de apoio à indústria da música independente ao vivo, que atualmente enfrenta a ameaça da crise causada pelo coronavírus, Vega fez uma parceria com promotores independentes dos Estados Unidos e da Europa; e todos os parceiros vão se beneficiar de uma parcela da receita de vendas de ingressos. No palco do Blue Note, a artista estará acompanhada pelo guitarrista Gerry Leonard, o baixista Jeff Allen e o tecladista Jason Hart. Os ingressos para cada show estão disponíveis no site Seated.com.

Gravado ao vivo no início de 2019 no Café Carlyle, de Nova York, com Leonard, An Evening of New York Songs and Stories inclui canções como Luka e Tom's Diner, ao lado de cortes profundos do catálogo de Vega, como Ludlow Street. A mistura também apresenta New York Is My Destination de Lover, Beloved: Songs from an Evening with Carson McCullers, sua peça de uma mulher só sobre o romancista gótico sulista Carson McCullers. Mixado pelo engenheiro de som vencedor do Grammy Kevin Killen e masterizado pelo também vencedor do Grammy Bob Ludwig, o disco está disponível para audição nas plataformas digitais. Abaixo você confere o vídeo recém-lançado para o cover de Vega de Walk on the Wilde Side, clássico de Lou Reed:

Amplamente considerada uma das principais compositoras de sua geração, Vega emergiu como uma figura importante do renascimento da música folk do início dos anos 1980. Desde o lançamento de seu trabalho de estreia, aclamado pela crítica em 1985, ela escreveu e gravou várias canções que se tornaram parte do vernáculo da música contemporânea, incluindo Luka, Marlene on the Wall e Tom's Diner.

Matérias Relacionadas