Taj Mahal e Ry Cooder unem forças após meio século em novo álbum

13.05.2022 | 20h20 - Atualizada em: 13.05.2022 | 21h34
Leonardo Souza
Por Leonardo Souza
TMRC001442divulgação

BLOG

Giramundo

O novo trabalho é uma homenagem aos músicos Sonny Terry e Brownie McGhee, mestres do blues acústico.

Taj Mahal e Ry Cooder unem forças novamente para homenagear dois músicos de uma das mais antigas formas de country blues, o 'Piedmont blues', cujo estilo os influenciou profundamente - o mago da gaita Sonny Terry e o ritmista Brownie McGhee, mestres do blues acústico.

Intitulado "Get On Board", o novo álbum reúne onze músicas de gravações e apresentações ao vivo de Terry e McGhee. Taj Mahal contribui nos vocais e tocando gaita, guitarra e piano, enquanto Cooder também canta e toca guitarra, bandolim e banjo nas faixas. O filho de Cooder, Joachim, se junta à dupla no baixo e na bateria.

Enquanto o registro homenageia a herança indispensável de Sonny Terry e Brownie McGhee, Taj Mahal e Ry Cooder nos dão um álbum que mostra toda a excelência de seus anos de carreira. Só podemos esperar que agora tenhamos mais colaborações musicais entre os dois.

Taj Mahal e Ry Cooder se encontraram em 1965, durante a formação da banda The Rising Sons quando Cooder tinha apenas dezessete anos. O grupo assinou contrato com a Columbia Records, mas o álbum não foi lançado e a banda se desfez um ano depois. As sessões de gravação da década de 1960, foram finalmente lançadas oficialmente em 1992. Cooder então tocou no álbum de estreia solo de Taj Mahal em 1968. "Get On Board" é a primeira gravação de Taj Mahal e Ry Cooder juntos desde então.

Matérias Relacionadas