The Network, que NÃO é um projeto paralelo dos integrantes do Green Day, retorna após 17 anos

27.11.2020 | 15h01 - Atualizada em: 30.11.2020 | 08h26
Marina Martini Lopes
Por Marina Martini Lopes
Editora
O projeto tem seis integrantes, apelidados de Fink, Z, Snoo, Captain Underpants, Van Gough e Baldacci

BLOG

Let It Rock

O grupo de estilo new wave liberou um EP com quatro novas músicas

Após 17 anos de silêncio, a banda The Network - projeto paralelo divulgado pelos membros do Green Day como um grupo do qual eles definitivamente não fazem parte - está de volta: "The Network foi formada em 2003, cumprindo uma antiga profecia que predizia que nós, seus membros escolhidos, lançaríamos um severo aviso em forma de música à humanidade", diz o "manifesto" da banda.

"Com o álbum Money Money 2020, nós iluminamos as tolices e vaidades da raça humana", segue o texto. "Atingindo fama e fortuna rapidamente, nós frequentemente somos confundidos com o maior grupo de rock do planeta, o Green Day. Essa comparação é quase tão cômica quanto os humanos que habitam este planeta decadente!"

The Network reativou suas redes sociais, anunciou um novo contrato com a Warner Records (coincidentemente, a mesma gravadora do Green Day), e liberou duas faixas caóticas em seu canal no YouTube: Trans Am e Ivankkka is a Nazi. As músicas fazem parte do EP Trans Am, uma amostra do disco Money Money 2020 Part II: We Told Ya So!, que sai na próxima sexta-feira, dia 4 de dezembro. O material vai incluir mais duas canções, Flat Earth e Asphyxia.

O projeto tem seis integrantes, apelidados de Fink, Z, Snoo, Captain Underpants, Van Gough e Baldacci. "Em 2003, nós alertamos a humanidade sobre o destino que os esperava no ano de 2020", diz o comunicado do The Network. "Não é nenhuma surpresa que 2020 esteja aqui e seja exatamente como nossa profecia previu.

Ouça Trans Am e Ivankkka is a Nazi:

Matérias Relacionadas