Última Blockbuster do mundo permanece aberta em meio à pandemia de coronavírus

21.05.2020 | 21h50 - Atualizada em: 21.05.2020 | 21h48
Marina Martini Lopes
Por Marina Martini Lopes
Editora
No ápice de popularidade das videolocadoras, a Blockbuster chegou a ter mais de 9 mil lojas

BLOG

Universo Compartilhado

Videolocadora localizada em Oregon, nos EUA, resiste em um mundo dominado pelos serviços de streaming

A última Blockbuster do mundo permanece aberta, mesmo em meio à pandemia de coronavírus. A derradeira loja da rede de videolocadoras, que foi uma gigante na época pré-Netflix, fica na cidade de Bend, Oregon, nos Estados Unidos, e está em funcionamento há 20 anos. Com o estouro do coronavírus e as novas medidas de distanciamento social necessárias para conter a propagação da doença, a loja precisou se adaptar.

Agora, os clientes ligam para a videolocadora antes de ir até lá, reservando e pagando pelo filme que desejam alugar. Depois disso, vão até a loja, e recebem o DVD - devidamente higienizado e colocado dentro de um saco plástico também limpo - sem nem sair do carro. Os funcionários (nenhum deles precisou ser demitido, mesmo com a crise) usam luvas e máscaras o tempo todo. As informações foram publicadas pelo site NME.

Leia também: Streaming cresce 85% em março; Netflix é a plataforma mais acessada

No ápice de popularidade das videolocadoras, a Blockbuster chegou a ter mais de 9 mil lojas espalhadas por todo o mundo.

Matérias Relacionadas