Janis Joplin: 50 anos da morte da "rainha do rock and roll"

04.10.2020 | 08h00
Por Janaína Laurindo
Repórter
Cantora morreu aos 27 anos

BLOG

Giramundo

A artista morreu devido a uma overdose de heroína e álcool.

Neste 4 de outubro, há 50 anos, o mundo se despedia de Janis Joplin. Considerada a "rainha do rock and roll", Janis era um ícone, sendo uma das cantoras mais aclamadas de sua geração. A artista morreu devido a uma overdose de heroína e álcool.

Influenciada pela geração dos beatniks, Janis iniciou a carreira na banda Big Brother And The Holding Company, onde deu voz a clássicos como “Summertime” e “Piece of my Heart”, e depois continuou sua trajetória de sucesso como artista solo, sendo considerada pela revista Rolling Stone uma das 100 maiores artistas de todos os tempos.

A cantora nasceu no Texas, mas mudou para Califórnia onde descobriu o blues.

Janis Joplin esteve no Brasil em fevereiro de 1970. De férias, aproveitou as praias e o carnaval do Rio de Janeiro. Em uma tentativa de se afastar das drogas, ficou por dez dias internada em um clínica brasileira. Foi no Brasil que ela conheceu David George Niehaus, um norte-americano que visitava o país. Janis e David namoram por dois meses e o termino conturbado fez Janis entrar em depressão, o que a levou a uma tentativa de suicídio, cortando os pulsos.

Após este episódio ela intensificou o uso de drogas, e compôs um de seus maiores sucessos: Maybe, uma das músicas que a consagrou mundialmente.

Janis morreu duas semanas após a morte da lenda da guitarra Jimi Hendrix, morto também aos 27 anos.

Matérias Relacionadas