Fã que divulgou quase uma centena de músicas inéditas do Guns N' Roses pode ser processado

09.01.2020 | 08h10 - Atualizada em: 09.01.2020 | 08h07
Marina Martini Lopes
Por Marina Martini Lopes
Editora
No meio deste ano, o Guns N' Roses retorna ao Brasil

BLOG

Let It Rock

Em 2018, Rick Dunsford já foi banido dos shows da banda

Rick Dunsford é bem conhecido entre os fãs de Guns N' Roses - não só por ser, ele mesmo, um superfã, mas por ter sido banido dos shows da banda em outubro de 2018; e, mesmo assim, continuar indo aos eventos. Dunsford foi banido após disponibilizar na internet quase uma centena de músicas inéditas, gravadas pelo grupo entre 2000 e 2001.

O lote de 97 canções foi adquirido por Dunsford em um leilão, mas vendido em seguida à gravadora Universal Music Group, que detém os direitos sobre os materiais do Guns N' Roses e pagou cerca de US$ 15 mil para que o conteúdo não fosse divulgado - acordo que o fã descumpriu.

"É profundamente decepcionante, triste e lamentável que um executivo envolvido com a banda nos seus primeiros anos tenha decidido se desfazer de material inédito de propriedade intelectual de seu ex-empregador", declarou um representante do grupo ao site TMZ. Agora, a Universal estuda processar Dunford; que, além de ser banido dos shows do Guns, pode ter também que compensar a gravadora financeiramente.

No meio deste ano, o Guns N' Roses retorna ao Brasil: a banda é um dos headliners do festival Lollapalooza, ao lado de The Strokes e Travis Scott.

Matérias Relacionadas