Yara Flor: nova Mulher-Maravilha é brasileira e indígena

16.10.2020 | 13h21
Por Folhapress
Yara faz parte do "Future State", nova saga da DC, que vai começar a ser publicada em janeiro de 2021

BLOG

Universo Compartilhado

O anúncio foi feito pela DC nesta quinta-feira (15)

Yara Flor, uma indígena brasileira da floresta amazônica, será a nova Mulher-Maravilha. O anúncio foi feito pela editora de quadrinhos DC Comics, nesta quinta (15).

Em entrevista ao jornalista Jesse Schedeen, do site IGN, Jamie S. Rich, editor da DC, confirmou que Yara é do Brasil, mas uma imigrante nos Estados Unidos. "Apesar de vermos ela atualmente ativa como a Mulher-Maravilha, eventualmente vamos descobrir sua origem - parcialmente com ela entendendo o que isso significa, de onde ela é, por que ela é isso, como ela se relaciona com Diana [Prince] e com as outras amazonas", disse.

Rich também falou sobre as diferenças entre a nova personagem e a heroína original: "Diana Prince é uma deusa, ela está sempre um pouco acima de nós. Esta é uma chance de meio que voltar a algumas das raízes iniciais da Mulher-Maravilha, quando Diana estava tentando ser humana e tentando aprender como ser humana. Agora estamos indo para o caminho oposto - como uma humana aprende a ser uma deusa?"

Yara faz parte do Future State, nova saga da DC, que vai começar a ser publicada em janeiro de 2021. Os gibis vão misturar personagens clássicos e novos. A brasileira será a protagonista de Future State: Wonder Woman. Ela vai viver aventuras ao lado do novo Superman, herói que será assumido por Jon, filho de Clark Kent.

Matérias Relacionadas